GEITalks #2 – César Tejon – CEO Squid Fácil


E quando a sua estrada está cheia de buracos? Você ainda busca solução para eles?

Desde cedo César foi um curioso do mundo da tecnologia e aprendeu a desenvolver sites quando adolescente. Numa história pautada em se dedicar em trabalho, estudos, fundou a sua primeira empresa, IRED voltada para tecnologia.
Pouco tempo depois, saiu da IRED e montou a CORPMEDIA, local no qual se desenvolveu muito! Montou uma equipe, rodou vários projetos e o resultado acabou com burnout e a desistência do negócio por conta dos diversos estresses e dificuldades financeiras.

Optou por montar uma loja virtual que no primeiro mês teve um grande número de vendas, mas logo esbarrou num problema com os fornecedores: o estoque do produto x havia acabado, não existe mais o produto y… O que gerou 90% de cancelamento de produto.

E foi desse problema que identificou com os fornecedores que ele pensou na sua solução: Por que não montar uma ferramenta que faça a integração do estoque entre esses fornecedores e que se possa disponibilizar para outros lojistas, para que os lojistas trabalhem sem estoque físico? Esse é o Squid Fácil.
Ou seja, o lojista vendeu e toda a logística será feita até a entrega ao cliente, sem passar pelo próprio lojista. Isso faz com que o lojista não necessite de estoque físico algum e também não tenha a necessidade de pedido mínimo.

Conectando, então, fornecedores que estejam abertos ao processo e lojistas interessados, a Squid Fácil funciona com o intuito de trazer a maior margem para o lojista.

E como começou? Inicialmente, criaram uma Landing Page e uma pequena campanha no Facebook e no Google para poder sentir o volume de interessados e desenvolveram um beta.
Mas como tudo que existe, há sempre a possibilidade de se encontrar erro e com eles não foi diferente: eles abriram a ferramenta sem ter um pleno MVP, o sistema não estava preparado para a demanda e demorou um tempo para que a equipe conseguisse resolver o problema, tendo inclusive que cancelar as operações por 6 meses. “Por isso, na hora de montar um MVP, pensem na escala! Pensem que ele pode crescer e vocês não vão poder parar o antigo”, é o conselho de César.

Portanto, como lição:
– Inicie com o mínimo de recursos, incluindo ferramentas gratuitas e templates prontos;
– Teste e valide no mercado antes de produzir qualquer coisa;
– Adapte um processo ágil de gestão de projetos;
– Construa um negócio que seja o oxigênio para seu cliente;
– Não invente a roda! Utilize conexões e economize tempo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *